jusbrasil.com.br
11 de Dezembro de 2017
    Adicione tópicos

    Quatro consócios do IAB recebem a Ordem do Mérito Judiciário do TRT/RJ

    Instituto dos Advogados Brasileiros
    há 27 dias
    Da esq. para a dir., Felipe Santa Cruz, Rita Cortez e Luciano Bandeira Raul Moreira O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho, membro honorário do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), foi agraciado com a Ordem do Mérito Judiciário 2017, no grau Grã-Colar, do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ). Na cerimônia realizada na última sexta-feira (10/11), no Palácio do Itamaraty, no Centro do Rio, a que compareceu a 1ª vice-presidente do IAB, Rita Cortez, também foram condecorados, no grau Comendador, três membros efetivos do Instituto: o presidente da OAB-RJ, Felipe Santa Cruz; o tesoureiro e presidente da Comissão de Prerrogativas da seccional, Luciano Bandeira, e Mauricio de Figueiredo Corrêa da Veiga, membro da Comissão de Direito do Trabalho do IAB. Foram homenageadas 42 personalidades que se destacaram por suas atividades em prol da Justiça do Trabalho, em especial na 1ª Região, ou por relevantes serviços prestados à cultura jurídica. Ives Gandra da Silva Martins Filho recebeu a mais alta insígnia das mãos do presidente do TRT/RJ, desembargador Fernando Antonio Zorzenon da Silva.


    O ministro Ives Gandra da Silva Martins Filho com o colar entregue pelo desembargador Fernando Antonio Zorzenon da Silva

    As comendas do TRT/RJ foram instituídas em 2004. Os agraciados, em qualquer grau, passam a compor a Ordem do Mérito Judiciário em dois quadros distintos: o ordinário, de efetivo limitado e composto por brasileiros natos ou naturalizados; e o especial, ilimitado e integrado por personalidades, autoridades e juristas estrangeiros, pelos membros da Ordem do Mérito que passarem à inatividade ou que concluírem seus mandatos e, ainda, pelos homenageados post mortem.


    O advogado Mauricio de Figueiredo Corrêa da Veiga

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)